Papo Torto
Pular

O que não dizer a ela

Publicado:   setembro 6, 2017   Categoria:Opinião , Prolixo , Vale o cliqueEscrito por:Thiago Moskito

Pois é… Após vários relacionamentos, alguns casamentos, hehe, descobri de forma prática algumas coisas que você não deve falar pra uma mulher, principalmente se for sua esposa, namorada e tal.

Não estou falando do clássico “Eu estou gorda?”, que se a sua mina te faz essa pergunta, você já sabe que não tem nem resposta e você está muito fudido perdido!

As mulheres não são complicadas, quero dizer… O homens que são idiotas. Não amadurecemos, só ficamos mais velhos. Como seres humanos que são as mulheres, são dotadas de gatilhos, criados com o passar do tempo, alimentados pela sociedade e o meio em que vivemos. Na prática, essas tensões entre o casal surgem com o uso de frases que são até abnóxia, mas no contexto de gêneros se tornam extremamente ofensivas e perigosas.

Você não deve dizer a uma mulher algo como “Você está se fazendo de doida”.
É provável que o problema seja que você não compreende ou não sabe lidar com a situação. Ela até pode estar agindo de maneira pouco ortodoxa e te causando algum incômodo, mas ao menos que ela seja diagnosticada profissionalmente e tenha problemas psicológicos, não chame uma mulher de maluca.

Não é prudente falar mal da família dela ou dos amigos. Quando você a conheceu ela já tinha amigos e família. Proferir ofensas sobre a mãe e irmãos dela é, sem dúvida, um erro cruel. Muito embora o irmão pode ser um mala, a irmã uma chata, mas eu tenho certeza que ela já sabe disso, só não é bom ouvir.
O mais provável é que, ao dizê-lo, você cause um desconforto que pode ser irreparável, tornando a relação um tanto delicada. No geral, amigos e familiares tem muita influência na vida dela e será uma batalha perdida. Só acho.

Não culpe-a por nada durante o período menstrual! Isso é um processo biológico que as mulheres têm pouco ou nenhum controle sobre ele. É covardia culpá-la. A maioria delas sofre muito com tudo isso, então, não seja um babacão e tente compreender.

Afirmar à ela “você está acabada” é chover no molhado. É bem provável que ela esteja cansada, mas dizer isso só deve reforçar como ela está se sentindo sobre si naquele momento. Criticar não é uma boa, tente reconhecer os esforços que ela faz.

As mulheres são inteligentes, não diga a ela “você não entenderia”. Parta do princípio que ela entenderia sim, pois é dotada de cérebro e tem a mesma capacidade que você. Não importa o assunto, por mais complexo que seja não a exclua. Se você não consegue explicar algo à ela, ou para qualquer pessoa, é provável que o problema seja a sua maneira pouco didática de expor seu ponto de vista, ou seja lá o que for.

Não é legal ser podado de alguma coisa que você queira fazer, não é? Então, não pergunte à ela “você vai comer tudo isso?”. É uma pergunta muito descabida, sexista e controladora. Deixa a mulher comer, ora bolas! A não ser que, ao comer, ela corra risco de morte, seja alérgica… Se não for uma questão de saúde, é bem provável não ser da sua conta.

Nunca diga pra ninguém “Fique calmo”, principalmente pra uma mulher! Você, por um acaso, já viu essa frase funcionando com alguém que está notoriamente fora de si? De fato, ficar calmo em um momento de explosão emocional é a parada mais benéfica e racional a fazer. Aí está o problema. Se ela está emocionalmente abalada, não está raciocinando com clareza, mas dizer “peraí, fique calma!” não é eficaz.

Pra finalizar, não acho uma boa ideia perguntar a ela com quantos caras ela dormiu. Aliás, não acho nem que você queira ou esteja preparado para saber a resposta. Na boa, isso realmente faz diferença? A pergunta é tão pessoal que não merece uma resposta.

Se você está disposto a fazer essa pergunta, seja um idiota completo e emenda com essa outra que vai ser muito bom: “quanto você pesa e com quantos você já dormiu?”.

Não sei o que você vai fazer com esse texto, porque aqui não tem resposta para absolutamente nada! Isso é só uma reflexão que eu quis compartilhar.

See Ya!

Visualizacões:   26   Comentários:   3   Curtidas: 1

3 Comentários

6 de setembro de 2017
A deliciosa arte de lidar com uma mulher sem fazer ela explodir em mil pedaços na sua cara. Eu tenho a inteligência emocional de um pombo, logo ouço explosões o tempo todo. Hahaha!
Ju Ju
6 de setembro de 2017
Gostei do texto, mas você não acha que ficou um pouco vago, mosquito?
muchalucha
14 de setembro de 2017
olha, eu não sei o que aconteceu, se aconteceu eu não tô sabendo.
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.