Papo Torto
Pular

Crítica – Animais Noturnos

Publicado:   dezembro 27, 2016   Categoria:Criticas , Filmes e séries , OpiniãoEscrito por:Bruno Castro

Nocturnal Animals – Susan Morrow (Amy Adams), casada com Hutton Morrow (Armie Hammer) tem uma vida privilegiada, porém incompleta. Durante uma das inúmeras viagens de seu marido, Susan recebe um misterioso pacote, que foi deixado na caixa de correio de sua residência. Ao abri-lo, ela se depara com um livro: Animais Noturnos, escrito por Edward Sheffield (Jake Gyllenhaal), seu ex-marido, que não se comunicava com ela há anos. O livro é dedicado a ela, mas seu enredo é protagonizado por uma história violenta e um forte terror psicológico, que levam Susan a reviver seu passado e a reavaliar suas escolhas e seu modo de vida atual.

(Da esquerda pra direita: Michael Shannon, Aaron Taylor Johnson e Jake Gyllenhaal)

A direção e o roteiro ficam a cargo do brilhante Tom Ford, conhecido por A Single Man (Direito de Amar, 2009), que rendeu indicações a três categorias do Globo de Ouro 2010® e a Melhor Ator em Drama no Oscar 2010®, além de permitir a Colin Firth a conquista de um BAFTA de Melhor Ator. Ford também é um consagrado estilista, embora insista em afirmar que Cinema e Moda são formas totalmente diferentes de expressão artística, e que seu sucesso no mundo da Moda não impacta diretamente em seus trabalhos cinematográficos. Tom concorre a Melhor Roteiro Melhor Direção no Globo de Ouro 2017®.

(Tom Ford)

Marcado por muita tensão, Animais Noturnos tem sua temática envolvida em reflexões sobre a aceitação de nossas escolhas e suas consequências ao longo de nossas vidas. É crítico quanto à cultura descartável em que vivemos, em especial aos relacionamentos que cultivamos e jogamos fora por influências desta própria cultura, e demonstra como isso pode acabar se tornando um fardo em nosso futuro.

amy-5
(Amy Adams e, ao fundo, modelo simbolizando uma escultura da Galeria)

A escolha do elenco foi muito bem executada. Ford, com o poder do roteiro em suas mãos, soube detalhar com maestria cada personagem do romance Tony e Susan, de Austin Wright – no qual o longa é baseado. Jake Gyllenhaal e Amy Adams afirmam que sentiram como se estivessem interpretando o próprio diretor, pois tamanha era a descrição da forma de atuar que Tom repassava a eles a cada cena. Em relação à personagem Susan, Tom afirma que a escolha pela atriz Amy Adams foi motivada por sua extrema expressividade facial, ideal para as cenas onde Susan apenas necessitava emitir uma expressão de surpresa – ou aflição, decepção, tristeza – enquanto se envolvia cada vez mais com o livro e mergulhava cada vez mais no drama. Já em referência ao Detetive Bobby Andes, Tom afirma que a escolha por Michael Shannon se deu mais por sua voz imponente. De brinde, Michael lhe deu um personagem não somente com essa característica, mas sim alguém muito mais peculiar, que transmite lealdade, seriedade, e que conseguiu ser tão envolvente quanto os protagonistas.

tom-ford-and-jake
(Tom Ford instruindo Jake Gyllenhaal)

Jake Gyllenhaal e Aaron Taylor-Johnson são as peças-chave da película. Jake é responsável por dois personagens: Edward Sheffield, que transita entre romance e drama, e Tony Hastings, que alimenta o suspense e protagoniza cenas ainda mais dramáticas. Já Aaron, indicado a Melhor Ator Coadjuvante no Globo de Ouro 2017®, consegue se destacar ainda mais. Interpretando o vilão Ray Marcus, Aaron transmite muita tensão em todas as cenas – com destaque para a sua primeira aparição, onde é ele o responsável por orquestrar toda a confusão e fragilizar profundamente o estado psicológico do personagem de Gyllenhaal, Tony Hastings. É impressionante o quão à vontade Aaron ficou ao interpretar um personagem tão intimidante, provocante e, em alguns momentos, aterrorizante. Animais Noturnos também conta com participações breves de Isla Fisher, Laura Linney, Andrea Riseborough e Michael Sheen.

jake-and-aaron
(Jake Gyllenhaal e Aaron Taylor Johnson na cena da batida)

O Departamento de Arte, composto pelo Diretor de Arte Christopher Brown, pela Decoradora de Set Meg Everist e pela Figurinista Arianne Phillips, é marcante por explorar belíssimos ambientes – dos mais sofisticados, como a Galeria de Arte e o restaurante, àqueles ambientados no oeste do Texas, onde Tom Ford viveu parte de sua infância. Todo esse trabalho já muito bem executado foi enriquecido ainda mais pela cinematografia de Seamus McGarvey, constituída por planos gerais que são verdadeiras obras de arte – destaque para as cenas do sofá vermelho e da galeria –, além de primeiríssimos planos (foco no rosto) e planos detalhe (foco em partes do corpo), elementos responsáveis por transmitir as emoções de Susan ao ler o livro.

(Michael Shannon)

Por último, não podia deixar de falar sobre a trilha sonora de Abel Korzeniowski. Korzeniowski também trabalhou no primeiro longa-metragem de Ford – A Single Man –, e a parceria apresenta mais um espetáculo, composto por muitas partituras de violino e, na música tema, em especial, por notas de piano – que transmitem um atraente e harmonioso suspense. Há também uma acentuada ausência de música no ponto alto de tensão da primeira cena referente à leitura do livro, o que gera ainda mais tensão a ela e merece ser pontuado aqui.

abel-korzeniowski
(Abel Korzeniowski)

Animais Noturnos é uma obra muito profunda, que provoca uma reflexão sobre as nossas atitudes e o resultado delas em nossa vida e na vida de outras pessoas. É composta por uma altíssima carga artística e poética, uma fotografia genuína e um elenco primoroso. Tudo isso acompanhado por uma harmoniosa e envolvente trilha sonora.

Animais Noturnos estreia em 29 de Dezembro nos cinemas de todo o território nacional.

Confira o trailer:

E você? O que espera do longa de Tom Ford?

Deixe sua opinião abaixo! 😉

Visualizacões:   98   Comentários:   8   Curtidas: 0

8 Comentários

28 de dezembro de 2016
verei demais
28 de dezembro de 2016
Espero que goste, Jorge!
italoimg
28 de dezembro de 2016
Mais uma excelente crítica. Parabéns. E mais com vontade de assistir esse filme eu fiquei.
28 de dezembro de 2016
Valeu, mano! Antes de assistir, vc pode ouvir a trilha sonora: https://www.youtube.com/channel/UCjrMl1Ef_t1UEOErfuIL3Cw/videos e a música tema: https://www.youtube.com/watch?v=EAz2ALG_cg4
Ítalo Melo Goulart
29 de dezembro de 2016
Essa foi aquela q vc me mandou. Eu ouvi.
29 de dezembro de 2016
vdd! hahaha
9 de janeiro de 2017
Quero DEMAIS assistir esse!!
9 de janeiro de 2017
Espero que goste, mano!
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.