Papo Torto
Pular

#SextaTorta – Fim de ano, amigo oculto e reflexões baratas.

Publicado:   dezembro 2, 2016   Categoria:#SextaTortaEscrito por:Jota1

Final de ano tem duas coisas obrigatórias. Você se mata pra fugir, mas sempre acaba caindo novamente: Amigo oculto e refletir sobre os últimos trezentos e sessenta e poucos dias que passaram – E o que raios você fez de aproveitável neles. Não vale o “bom”, por que o “bom” nem sempre é aproveitável.

Exemplo: encher a cara com os amigos é muito bom. Mas acaba não sendo tão aproveitável no dia seguinte quando você tem uma puta ressaca que dá vontade de morrer e se tocou que gastou uma grana que doeu a sair do bolso, pois a cerveja está cara pra caralho. Ademais, esse dia provavelmente será um domingo, ou seja, tá fodido pra ir trabalhar na segunda-feira. – Por isso eu tenho preferido beber mais nas sextas.

Enfim, os dois tópicos, amigo oculto e reflexões de final de ano, tão odiáveis e batidos, se você parar pra pensar, nos fazem bem até. Um estimula a aproximação com pessoas – coisa rara nesses tempos de curtidas e shares. O outro, nos faz balancear as coisas e no ajuda a ter uma melhor perspectiva pro futuro. Clichê? Pra caralho, mas ainda é relevante. Ah! Não me venha com recordação do Facebook não, pelamordedeus! Vamos falar um pouco dos dois:

Amigo Oculto

Já me fodi demais em amigo oculto. Uma professora certa vez me tirou e não tinha ido comprar o presente, e com isso resolveu me dar uma quantia em dinheiro, mais ou menos a média que tínhamos combinado para o valor do presente. Fiquei puto. Coisa broxante da porra! Dê um cartão-presente, qualquer coisa. Dar o dinheiro significa: “CAGUEI para você e nem me dei o trabalho de pesquisar alguma coisa, toma a grana e se vira”. Quebra totalmente o espírito de confraternização da coisa.

Não vou falar da vez em que ganhei um spray para pintar o cabelo de verde!! A justificativa da professora – uma outra dessa vez: “Achei a sua cara!!” – PQP bicho!!

Enfim, se você for participar de algum amigo oculto, na minha opinião o que vale não é o valor do presente, o que vale é você demonstrar que pelo menos se deu o trabalho de tentar acertar o gosto da pessoa. Certa vez eu ganhei uma lata de cerveja, daquela Faxe (foto abaixo), grandona, que veio enrolada numa camiseta da Jack Daniels. Super foda, e a minha cara. Isso é o que vale! 🙂

3660927_1_a

Reflexões de Final de Ano

Pra dar logo um soco no seu estômago curta esse som abaixo. O som é de 10 anos atrás. E nesses tempos que parecem passar tão rápido e me vejo confundindo o que aconteceu há um ano atrás, com um dois anos atrás, ou na semana passada – Sempre fui péssimo com datas.

Enquanto pessoalmente 2016 foi um ano em que revi muitos dos meus amigos antigos, naquele processo maluco de equilibrar tempo pra curtir e os afazeres do dia-a-dia, no geral, foi um ano pesado nos relacionamentos pessoais. Redes sociais cada vez mais separando as pessoas ao invés do contrário. No campo político, um ano desastroso. E a guerra “Coxinhas” vs “Mortadelas”, parece chegar num ponto final neste final de ano onde fica claro: Todos estamos fodidos.

Por vezes me vi em discussões no Facebook, contra ou a favor de sei-lá-o-quê. Discussões bestas, com pessoas que eu gostava – gosto ainda, claro – e me dei conta do tempo que eu perdia nestas discussões. Perdia tempo e acabava com uma má impressão para as outras pessoas, por que a gente nunca consegue expressar a opinião de forma totalmente contundente e as fontes para comprovar qualquer opinião são muitas vezes duvidosas.

Com isso eu aprendi que a gente deve ser tolerante com certas pessoas e assuntos. entender que nem todo mundo pensa da mesma forma que a gente. Tem amigo meu que diz que vai votar no Bolsonaro. Já disse eu milhão de vezes que eu não voto nele nem se ele fosse o último candidato a ser eleito. O cara não concorda, tem os motivos dele. fazer o que?! Brigar por um possível candidato? Não vale a pena. Sério.

A gente se sente muito melhor quando entende que é possível sim, gostar de Batman VS Superman e também gostar de Capitão América – Guerra Civil. “Ah, os dois tem erros!” Ok. Mas divertem, pronto. Em dias de que todo mundo quer ter opinião, e te empurra-la “guela abaixo”, simplesmente se divertir e deixar-se levar é a melhor saída.

Bom final de ano e boa sorte no seu amigo oculto.

Visualizacões:   38   Comentários:   1   Curtidas: 0

1 Comentário

6 de dezembro de 2016
kkkkkkk spray verde kkkkkkkkkk
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.