Papo Torto
Pular

Ondas mediÚnicas

Publicado:   agosto 31, 2016   Categoria:Cronica torta , OpiniãoEscrito por:Jorgelândia

É bonito olhar para trás e conseguir definir em poucas palavras o estilo das décadas de 70/80/90. A onda pop era bem marcante e quase unânime naqueles tempos. Pelo menos vendo assim de longe. De perto nem tudo é tão simples. Há sempre correntes contrárias. Profissionais nadadores de marés contrárias.

“Na visão da macro história nada gera o general
À visão do microscópio é o ópio do trivial”

Com a evolução relâmpago da velocidade de informação que a internet trouxe, a onda pop (entidade messiânica que define as listas dos 10+, melhores do ano, as mais tocadas…) passou a ser mais curta. E cada vez encurtando mais. Até que, consequentemente, não seja possível distinguir uma onda da outra e, cedo ou tarde, deixam de existir.

E assim vem se construindo nosso pequeno e querido mundo pop. Onde Beyoncé e Beatles são vizinhos de faixa. Basta um clique no celular e Lady Gaga faz um dueto com Freddie Mercury. O mundo pop é rápido e democrático. Todo mundo teve ou terá seus 15 minutos de fama. Nada poderia ser tão melancólico e motivante ao mesmo tempo.

É melhor que seja assim, inclusive. As pessoas estão se tornando cada vez maiores que a cultura e a arte. O papa, o time de futebol, o show da Madonna ou o discurso do rei – seja qual for o do momento – são pretextos para encontros. São desculpas para reunião de negócios, novos ou antigos namoros. Conhecer ou dar o pé na bunda de alguém. O mundo pop é liberal, todo mundo pode tudo. Escolher entre o light e o que engorda apenas pela cor da embalagem, nada me soa tão melancólico e motivamente ao mesmo tempo.

“Na visão da macro história nada gera o general
À visão do microscópio é o ópio do trivial”

No intervalo de uma onda pop e outra ainda há espaço para surpresas. Sucessos que surgem a todo momento, grandes pessoas que se vão – R.I.P Willy Wonka / R.I.P Família Bonner – e pessoas que ressurgem. O que dizer de quem me ressurgiu essa semana? Putz! Que honra saber que amizades feitas há séculos são capazes de sobreviver aos anos de exílio. Apesar das várias ondas navegadas por esse barco velho, um porto amigo, mesmo que de muito tempo, sempre renova as energias!

Um beijos e até semana que vem. Ou não. Não sei… vai que o site cai.

 

Visualizacões:   37   Comentários:   11   Curtidas: 0

11 Comentários

31 de agosto de 2016
Tudo fluído e firme como prego no pudim. tá de boa. O Pop não poupa ninguém.
31 de agosto de 2016
tudo fluído fudido fundido fedido ofendidos
Keila
31 de agosto de 2016
O pop não poupa ninguém! Novo site ficou massa.
31 de agosto de 2016
Obrigado pela constante participação.
31 de agosto de 2016
Já dizia Lulu.. "Não vou dizer que foi ruim Também não foi tão bom assim Não imagine que te quero mal Apenas não te quero mais Não te quero mais Não mais!" E a humanidade segue seu caminho.. novo site ficou ótimo.. Se cair noiiix levante.. o próximo hit do momento nos aguarda...
THALITA RIBEIRO MUNIZ
31 de agosto de 2016
Adorei o estilo contemporâneo, clássico e ao mesmo tempo com a sua propria personalidade! Parabéns amigo que estava no exílio! Kkkkkk beijos
31 de agosto de 2016
Obrigado! Seja bem vinda e volte sempre.
Sônia Maria Elias
31 de agosto de 2016
Ameeeeei o "textin" e a cara nova do site também❣
31 de agosto de 2016
kkkkkkkk o proximo hit do momento será o novo post do Dick Furney
Mariana Valentim
1 de setembro de 2016
Uhulll!!! Site de cara nova?
2 de setembro de 2016
É, já usaram a frase inteligente que eu ia usar: "o papa não poupa ninguém". Ótimo texto. Vou confessar que já sinto falta da "cara velha" do site.
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.