Papo Torto
Pular

Dica de Leitura – Cartas do Inferno

Publicado:   agosto 18, 2016   Categoria:Sem categoriaEscrito por:Italo Goulart

O livro de C.S Lewis, o mesmo autor de As Crônicas de Nárnia, mostra as fraquezas e as falhas nas atitudes cristãs dos cidadãos da Europa da década de 40 em meio a Segunda Grande Guerra, época de lançamento do livro.

É uma serie de trocas de cartas entre o demônio Screwtape para seu sobrinho Wormwood, afim de ensina-lo a melhorar as tentações e conduzir da melhor forma possível os seres humanos, “pacientes” como eles nos chamam, para um mundo de devassidão e afastamento de seu principal inimigo, que claramente é a contraparte da força deles, Deus.

Religião a parte, o livro ele trata de forma bem interessante e com bastante humor o esforço de dois agentes do mal para corromper e influenciar negativamente os pacientes que lhe foram designados. Numa visão bem ampla e subjetiva das armadilhas que as vezes nós mesmo usamos para nos sabotar, o autor sugere que isso seja uma ferramenta que os diabos usam para que nos afastemos de Deus. A narração é muito bem trabalhada se tornando por vezes hilária a relação de Screwtape com Wormwood, ao ver a incompetência e a incapacidade de superar certos desafios ao lidar com os humanos. A inversão do ponto de vista posta à prova, mostra talvez de forma mais clara possível, os erros que cometemos que podem prejudicar a nós e aos outros. Com o típico humor britânico, somos facilmente conduzidos a rir, mesmo se tratando de um assunto tão delicado e polemico (pra nós até hoje, imagina pra época).

A obra é constituída de 31 cartas e foi dedicada a seu amigo J.R.R Tolkien. C.S Lewis hoje lembrado por seu livro de ficção As Crônicas de Nárnia após os sucessos dos filmes baseados em sua obra, também foi um dos maiores escritores cristão de sua época, escrevendo com bastante humor e de forma bem satírica ao se tratar de religião. As cartas foram publicadas em colunas do Guardian, extinto jornal britânico.

 

Visualizacões:   40   Comentários:   0   Curtidas: 0
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.