Papo Torto
Pular

TOP #5 – Animações

Publicado:   junho 22, 2016   Categoria:Filmes e séries , Internet , OpiniãoEscrito por:Letícia Cotta

Bom dia, tarde, ou noite – dependendo da hora que você estiver nos lendo!

Pronto(a) para mais uma lista de indicações tortas?

Dessa vez, escolhemos #5 animações que merecem estar na sua próxima ida ao cinema, netflix ou piratebay! E como nós já temos várias alas do site que indicam filmes a serem lançados, que podem ser uma boa pedida, decidimos zelar pelo nosso público da melhor forma possível: não os deixando entediados, escolhendo a dedo cada um dos indicados.

#1 – Zootopia. Categoria: Família.

Zootopia é uma cidade diferente de tudo o que você já viu. Formada por “bairros-habitat”, como a elegante Praça Sahara e a gelada Tundralândia, essa metrópole abriga uma grande diversidade de animais irreverentes sempre prontos para encarar uma nova e divertida aventura.Quando Judy Hopps chega em Zootopia, ela descobre que ser a primeira coelha da equipe da polícia, formada por animais grandes e fortes, não é nada fácil. Determinada a provar seu valor, ela embarca em uma aventura atrapalhada e bem humorada, ao lado do malandro raposo Nick Wilde para desvendar um grande mistério.
Sinopse de Zootopia, por Filmow.

Apesar de Zootopia não ter tanta qualidade técnica quanto KungFu Panda (a nossa redatora brigou com o namorado para poder deixar Zootopia em primeiro lugar, inclusive), esse filme merece o primeiro lugar graças à clássica fórmula de seu diretor (que vagueia entre chefias na Disney e na Pixar): o de trazer uma mensagem aos seus espectadores, não tratando crianças como burras e, ainda sim, entretendo os adultos com uma estória.

Wallpaper de Zootopia. Fonte: Internet.

E, se você parar para refletir sobre o final: ilustra completamente nossa sociedade atual e o jeito como crescemos, somos excluídos, e o processo de formação da nossa sociedade – onde quem decide aonde pertence, é você.

Em suma: não quer errar? Aposte em Zootopia!

#2 – KungFu Panda. Categoria: Família.
Sim, sim, nós sabemos que vão reclamar da classificação. Mas, tortinhos(as), vocês tem de entender: KungFu Panda veio de uma trilogia, sendo o terceiro filme diretamente ligado ao anterior – que foi um fracasso tanto em bilheteria e efeitos, quanto em história. Felizmente, podemos afirmar: KungFu Panda 3 se recuperou com estilo, gosto, história, tudo!

Quando o pai perdido de Po reaparece de repente, a dupla viaja a um paraíso secreto dos pandas, conhecendo assim hilários novos personagens. Mas quando descobre que o vilão sobrenatural Kai está percorrendo a China para acabar com todos os mestres do Kung Fu, Po deverá realizar o impossível: treinar um vilarejo repleto de irmãos divertidos, amorosos e desajeitados para que eles tornem-se os mais poderosos Kung Fu Pandas!
Sinopse de KungFu Panda 3, pelo Filmow.

Po, KungFu Panda. Fonte: Internet.

E cá entre nós? São os melhores efeitos de animação que alguém pode ver em um filme do gênero. A paleta de cores foi escolhida a dedo, sempre em harmonia, e a história finalmente resgatou a herança deixava pelo primeiro filme – a então repentina compreensão de mundo.

Busca resgatar sua fé na humanidade? Encontrou o filme certo.

#3 – Doukyuusei. Categoria: Animação, Romance.

A história começa numa aula de música quando, durante o ensaio do coral para o festival escolar, Hikaru Kusakabe percebe que o estudante de honra, Rihito Sajou, não está cantando. De início, ele pensa que o estudante não gosta de cantar, até encontrar Rihito ensaiando sozinho após a aula. Sem pensar, Kusakabe decide ajudá-lo.
Sinopse de Doukyuusei, pelo Filmow.

Doukyuusei. Fonte: internet.

A melhor maneira que encontramos, para definir esse longa-metragem, seria pela frase “um romance simples que consegue te deixar com um grande sorriso no final”. Já partindo para a parte técnica: um filme que agrada aos que não se sentem tão confortáveis com animações feitas através de modelagem igual a mim (que é o caso dos outros desta categoria), o filme tem como premissa um amor e cumplicidade ímpares – difíceis de serem encontrados atualmente, daí o grande sorriso triste, em seu final.

#4 – Anomalisa. Categoria: Drama.
Suprindo a categoria dos filmes “diferentões-não-tão-diferentões” para ainda sim agradar o público, temos Anomalisa.

Michael Stone (voz de David Thewis) é um palestrante motivacional que acaba de chegar à cidade de Connecticut. Ele segue do aeroporto direto para o hotel, onde entra em contato com um antigo caso para que possam se reencontrar. A iniciativa não dá certo, mas Michael logo se insinua para duas jovens que foram ao local justamente para ver a palestra que ele dará no dia seguinte. É quando ele conhece Lisa (voz de Jennifer Jason Leigh), por quem se apaixona.
Sinopse de Anomalisa, feita pelo Filmow.

Anomalisa. Fonte: Internet.

Com personagens consideravelmente entediantes no começo, é preciso paciência para ver o filme até o final: mas sua espera é recompensada. Apesar de utilizarmos o termo “entediante”, o filme não segue o termo – para pessoas ansiosas como eu e que não têm paciência para aprender, apesar de amarem, o longa-metragem é de alta complexidade no que se remete à assistir.

Como dito, a espera compensa: filmes de stop motion são extremamente difíceis, trabalhosos, e complexos na prática – isso, por si só, já garante metade do seu lugar ao Sol.

Um filme reflexivo, o de maior complexidade dessa lista, e só não está em primeiro lugar por não ser de fácil compreensão a todos os públicos – o que o prejudica irremediavelmente. Uma pena, mas também uma surpresa.

#5 – O Bom Dinossauro. Categoria: Aventura, Família.

E se o asteroide que mudou para sempre a vida na Terra não tivesse atingido o planeta e os dinossauros nunca tivessem sido extintos, como seria a relação entre dinossauros e humanos? Em uma aventura nada jurássica, a dupla de amigos improváveis, Arlo e Spot, irá vivenciar uma historia de ação e humor.
Sinopse de O Bom Dinossauro, no Filmow.

A animação mais infantil da lista. E possivelmente a mais fofa – aquela quem você provavelmente apresentará aos seus filhos.

Um filme sobre superação, medos e, acima de tudo, uma abertura ao debate do conceito de família.

The Good Dinosaur Wallpaper Fan Art. Fonte: Internet.

 

 

Procurando Dory: ela apenas continua nadando. Fonte: Internet.

#BÔNUS TRACK:

Sim, sim, nós sabemos. A lista era para terminar no quinto.

Mas, infelizmente, nossa geração se apaixonou por “Procurando Nemo” e “A Era do Gelo” e, por isso, decidimos que não deixaríamos de fora essas duas últimas ideias (que serão lançadas no dia 30 de junho e em 7 de julho, respectivamente).

E aí? Gostou? Não gostou?
Algum filme faltou?

Compartilhe conosco! 😉

Visualizacões:   36   Comentários:   1   Curtidas: 0

1 Comentário

22 de junho de 2016
Bacana, nunca assisti o Doukyuusei, colocarei na fila.
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.