Papo Torto
Pular

Crítica- Batman V Superman

Publicado:   março 23, 2016   Categoria:Criticas , Filmes e séries , OpiniãoEscrito por:Italo Goulart

batman-vs-superman-ew-pics-3

Muito se temia que os trailers tinham mostrado muito do filme, inicialmente até eu achei isso, mas ele definitivamente não chega nem perto de entregar a grande sacada do filme. E se você achou que Deadpool tinha muitas referências, nesse eles foram muito mais além, as referências são praquela galera leitora de história em quadrinhos dos anos 90, o filme tem um gostinho a mais pra quem pegar essas tantas referências.

Escrever sem dar spoilers de um filme que tem tanto plot twist é uma tarefa quase desumana, mas tentarei e sei que falharei feiamente em não conseguir trazer o mínimo a atmosfera que o filme cria em seu decorrer.

Vamos começar falando do Superman/Clark Kent/kal El, com todos os clichês que se tem direito, a parte da história que mostra o Superman é um tanto quanto previsível, donzelas em perigo caindo de prédios, salvando criancinhas aqui e e acolá.  Mas nem só de glórias vivem os heróis, com uma temática que remete muito o registro dos meta humanos que vai ser tratada no filme do concorrente, a discussão também se torna um pouco mais profunda ao colocar o Superman no status de deus (ou demônio, depende de quem conta história). O papel messiânico do Kal-El todos já tinha reparado, mas e as consequências de tamanho poder em alguém que ainda não sabe usá-lo? Quantas vidas serão perdidas enquanto super poderosos se confrontam? Isso tudo é posto para debate nesse filme. Enquanto uns o vêem como a luz no fim do túnel, outro vêem apenas um trem desgovernado.

Falando em luz, temos também as trevas, o “morcego de Gotham”. Desde que foi anunciado como ator que daria uma nova vida ao Batman, Ben Affleck foi duramente criticado e subestimado, ainda mais com a frequente lembrança daquele infelizmente inesquecível Demolidor. E ele, meus caros, é uma das muitas excelentes surpresas desse filme. Nos entregou um Bruce Wayne egoísta, arrogante e prepotente e um Batman impiedoso, pragmático e obscuro, tudo que precisávamos ver em ambas as partes e que é feita de forma magnifica pelo tão injustiçado Affleck.  Com uma introdução sutil, a história que todos conhecem do homem morcego é contada bem rapidamente, afinal, todos já sabem o que rola né?!

O filme é muito bem dividido e contado nos diferentes pontos de vista, não dando protagonismo para ninguém. Sabemos a visão do Batman/Bruce, Superman/Clark Kent e do não menos importante Lex Luthor!  Enquanto o medo e aversão da população cresce aos poucos em torno do todo poderoso Superman, Luthor logo de cara vê que ele poder ser uma ameaça a curto e longo prazo para todos, e se baseando nisso, ele faz o possível e necessário para confirmar suas teorias e tirar o kriptoniano da jogada. Jesse Eisenberg foi muito criticado por seu Lex Luthor que ficou bem caricaturado, com um misto de Coringa e Charada, foi a personagem que mais fugiu do contexto do filme.  No final ele nos entrega um Lex Luthor quase beirando a loucura, com excesso de tiques e trejeitos injustificáveis, até um certo momento, onde tudo parece ter um motivo. E para quem acha que ele é o alivio cômico do filme, está terrivelmente enganado, pois o filme tem seus momentos muito bem pontuais para nos tirar algumas boas gargalhadas.

VI9br5hnvNDscd_3_hd

Uma das coisas mais bem acertas foi a escolha do Jeremy Irons como Alfred, Michael Caine na trilogia Nolan foi um show, mas Irons consegue perpetuar o furto da cena, sempre quando aparece. Falando em roubar a cena, vamos chegar num dos grandes pontos fortes do filme Gal Gadot!!!!!!! Ele desde o início está ali, mas como nada demais, só mais uma, para os desatentos é só mais uma mulher lindíssima, mas quando as coisas apertam para Super e para o Batman, ela vem ajudar a resolver tudo, mas isso é só no terceiro ato, mas vale a espera, tenha certeza. Com caras e bocas de uma verdadeira guerreira, Gal Gadot encarna uma princesa amazona, lindíssima e cheia de garra. Já falei que ela é muito linda?! E para melhorar, o uso constante de closes quando ela aparece deixa tudo mais interessante.

Agora que falamos dos principais personagens, falemos do filme em si! Não sei se isso será só na pré-estreia e na sessão de imprensa, mas logo no inicio temos um vídeo do Zack Snyder pedindo para que todos aquele que assistam, não saiam por aí dando spoilers para a galera, assim sendo, essa crítica está totalmente sem spoilers, pois nenhum diretor nunca pediu tão educadamente assim para mim.

O ato inicial nos leva ao filme O Homem de Aço, onde os interesses do Bruce Wayne se encontram diretamente com o “deus” Superman. Somos apresentados aos novos personagens e vamos vendo os traços de personalidade e onde um se encontra com outro, foi muito bem feito, não se perde tempo explicando coisas que todos sabemos, nem re-explicando coisas do primeiro filme do universo DC. O ato seguinte já nos leva as intenções de cada um, e se encaminha para um embate Nietzschiano, entre o homem e o super-homem. O terceiro ato vem para tirar o fôlego que nos restava, mostrando que nada do que imaginávamos estava certo e nos surpreende como um soco no estômago.

Como eu disse, não irei contar nenhum spoilers, porque esse filme, tem vários que podem estragar totalmente a experiência, e eu quero que todos saiam tão satisfeitos quanto eu.

O filme faz referencias de inúmeras histórias em quadrinhos, tais como, Morte em Família, Cavaleiro das Trevas parte 1 e 2, sendo a referencia dessa segunda parte a melhor parte do filme, eu fiquei paralisado com isso, A morte do Superman e várias outras. É um prato cheio para leitores e não leitores, um dos poucos que soube usar isso tão bem.

doomsday-large

E não falarei simplesmente nada do Doomsday, pois vocês vão ver que ele não é muito importante nesse filme!!!!

Rá!!!!!!

O único spoiler que darei é sobre a aparição de outros membros da Liga da Justiça! No decorrer do filme, são mostrados o Aquaman(Jason Momoa), o Cyborg(Ray Fisher), esses dois são bem rápidos e nada de importante, e por ultimo o cara que muda a história do filme, o Flash(Ezra Miller).

E outro spoiler, o Superman sangra sim!

Bom galera é só isso, vão assistir o filme, não irão se arrepender!

Até a próxima pequenos padawans!

NOTA: 9/10

Visualizacões:   37   Comentários:   0   Curtidas: 0
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.