Papo Torto
Pular

E para você, o que é MPB?

Publicado:   fevereiro 25, 2016   Categoria:Cronica torta , Música , OpiniãoEscrito por:Jorgelândia

Quando falamos em MPB, automaticamente lembramos de artistas como Caetano, Chico, dentre outros artistas dos anos 60 e 70 – além dos que surgiram depois dos anos 2000. O que normalmente não percebemos é que MPB significa Música Popular Brasileira, e popular é aquilo conhecido pelas grandes massas. Na década de 50, quando foi criada, a MPB surgia como um estilo arrojado, com letras bem trabalhadas, sendo escutada em diversos outros países. Era popular dentro e fora do Brasil. Mas hoje, esse estilo musical perdeu espaço e não é mais popular, se afastou do grande centro e se tornou elitista.

Falando em música popular, ouvida pela maioria, tivemos o rock nos anos 80 e começo dos 90. As melhores bandas de rock nacional surgiam nessa época, compondo canções que até hoje são referência e influenciam novas bandas. As músicas vinham com textos que protestavam contra tudo e contra todos. Falavam de amor, de política e assuntos de relevância social.

Talvez, até essa época, a vontade de fazer música era impulsionada pelo prazer à arte, por necessidade de passar uma mensagem e pela paixão por música. A partir daí, a obsessão pela fama e pelo dinheiro é quem dita o ritmo.

Na segunda metade dos anos 90 as rádios eram invadidas pelas tendências baianas de axés e paulistas com seus pagodes. Com a facilidade que a tecnologia trouxe para produção e gravação de cd´s e com a variedade maior dos programas nas grandes mídias, a MPB deixava de ser um único ritmo para se tornar uma MPB em cada região do país.

O ano 2000 trouxe consigo a explosão do funk. O estilo deixava de ser uma música de periferia para se espalhar por todo o país, inclusive ganhando seu espaço nos programas de grande audiência da TV. O fato é que as músicas dançantes foram ganhando a graça do público. No funk, as músicas eram dançantes e com letras sensuais e metafóricas, ainda não tão explícita como hoje.

A partir daí o sertanejo universitário tomou de conta do cenário. O gênero que era forte no centro-oeste tomou proporções nacionais com vários hits de verão e personagens que foram dos barzinhos para os grandes festivais em questão de meses. Shows para multidões, eventos que fecham cidades, palcos enormes. Produção quase estadunidense. É de assustar qualquer um.

Nossa música deixou de ser algo que durava anos para ser algo com prazo de validade. É aceitável ouvir sucessos dos anos 90, mas é considerado velho e desatualizado quem ouve a música do verão passado.

Por fim, todo estilo é um bom estilo para alguém. Cada um ouve o seu e todos são felizes assim. Mas o interessante é que a atual música popular brasileira está longe de ser aquela à qual o título foi atribuído.

E para você, nos dias de hoje, qual estilo musical define nossa MPB?

Deixe seu comentário ou sugestão para um próximo post sobre música 😉

Obs: um agradecimento aos leitores Felipe Bezerra e Jéssica Barbosa que sugeriram o tema 😉

Visualizacões:   53   Comentários:   17   Curtidas: 0

17 Comentários

Jessica Barbosa
25 de fevereiro de 2016
Muito inteligente o questionamento. Ótimo texto, e eu que agradeço a consideração ?
25 de fevereiro de 2016
Faltou dizer qual sua MPB
25 de fevereiro de 2016
Hoho, mandou mt . Musica por arte em todos os veroes claro kk
25 de fevereiro de 2016
Isso ai! Music is life
Bruna
25 de fevereiro de 2016
Não poderia deixar de comentar aqui sobre meu "super rock", em minha humilde opinião o melhor dos ritmos. Mandou bem no texto Jorgito!
26 de fevereiro de 2016
Por mais rock e menos lero lero !
Mariana Valentim
25 de fevereiro de 2016
Sua alusão ao ano 2000 me fez relacionar a explosão do funk com o esperado fim do mundo nessa data hahahaha... Brincadeiras a parte, parabenizo-te pelo texto, é um assunto que muito me agrada. E respondendo a pergunta, para mim, MPB sempre será Chico, Vinícius, Toquinho e sua linhagem. Um beijo!
26 de fevereiro de 2016
Gente que responde as perguntas <3
Raí
25 de fevereiro de 2016
Só sei q funk como é hoje não devia ser popular nem impopular, nem brasileiro... Aliás de nenhuma nacionalidade. Tampouco deveria ser considerado música.
26 de fevereiro de 2016
Uoww!!! Radicalizou!!! N posso discordar
Keila
25 de fevereiro de 2016
Triste pensar que funk é a MPB de hj!
26 de fevereiro de 2016
Triste mesmo é pensar no q pode vir aos ouvidos dos nossos filhos
gleiser
26 de fevereiro de 2016
Realmente não sei bem o que hoje pode ser considerado por MPB. Mas concordo com os comentários sobre o funk. Esse estilo define bem o q o Jorge quis dizer com uma "obsessão por fama e por dinheiro".
26 de fevereiro de 2016
Não só no funk... Mas a querência por $ ta afetando os conteúdos
Felipe Bezerra
26 de fevereiro de 2016
Falar de música é parecido com falar de religião, política ou futebol, dá pra ficar um ano falando. Acho que o estilo que comanda hoje é o sertanejo e o forró. Independente do estilo popular de hoje, acredito que seria interessante que as músicas fossem mais bem trabalhadas. Mas pra dançar não se precisa de letras fortes e melodias com tempos quebrados. Dura realidade que, como falou o Loiola, deixa as musicas atuais com prazo de validade. E ainda bem que o prazo é curto. Kkkk
Nathalia Neres
28 de fevereiro de 2016
Tenho que concordar com Felipe Bezerra, pois acredito que atualmente o estilo que comanda é Sertanejo e Forró, não somente porque sou amante desses dois ritmos, mas por ver os grandes eventos realizados frequentemente e com imenso público. Sertanejo e Forró é amor! ❤ Ps.: Ótimo texto Jorge! ?
29 de fevereiro de 2016
Isso ai! O som do momento é esse. Obrigado!
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.