Papo Torto
Pular

Todos contra o mosquito. Porque, porra?

Publicado:   fevereiro 16, 2016   Categoria:Humor , ZooEscrito por:Thiago Moskito

Estou muito chateado com tudo que todos estão dizendo por aí. Nos telejornais, nas rádios, nos tabloides e revistas, nas redes sociais não falam de outra coisa. Não queria esse tipo de fama. Porque não falam das coisas boas que fiz e faço?

Porque não dizer que fui o baterista de uma banda local e que cedia o próprio quarto /estúdio para todas as bandas da região ensaiar? Eram muitas, acredite! Porque não dizer por aí que sou um ótimo web designer, guru em wordpress? Tá, ok. Guru mesmo só o Tony Tals. Então me reconheça por idealizar o primeiro, único e último casamento da Campus Party Brasil, o que acha? Que tal, o autor do programa “minha casa, minha vida”? Ou apenas the King of small talk?

Não! Pra que? O negócio que dá buzz é falar mal, propagar mentiras! Povo sem noção…

radis-capa-161_0Pra começo de conversa, não saio por aí passando AEDES ou qualquer outra coisa sexualmente transmissível. Também não nasci no Egito, sou da Nicarágua… Caribe, amigo! É tanta confusão com meu nome, chega a dar dó. Por conta de uma única foto com um crachá de um colega chamado Chico Cunha, em um evento público, começaram a me chamar por aí desse nome. O meme se espalhou, e chegando no povo do Norte, meu novo apelido mudou para chikungunya. Longe de mim brigar com os índios que o fizeram, tampouco com a Funai. Pode chamar de Chico Cunha, Chico agulha, cinco cuia! Fique à vontade.

Outro desses apelidos nasceu na época do colegial. Apesar d’eu ser um craque do futebol, a galera da escola não gostava muito de mim, então, vivia dizendo que eu era viadinho. Uma vez, um cara que jogava comigo gritou após o gol “Esse bicho é matador! Joga muito! É o Zico!”, aí veio um babaca e remendou: “Não, é a Zica!”. Cunhou-se mais um apelido idiota.

As minhas pernas não são naturalmente listradas, afinal, não sou o Beetlejuice. Essa foto tão famosa, das minhas pernas listradas, foi tirada no fim de uma festa a fantasia, na qual trajava meias com listras, e nada mais.

Não lembro de nenhum filho meu ter a cabeça pequena a ponto de considerar microcefalia! As pessoas deviam estudar mais antes de sair espalhando mentiras dos outros por aí.

Dizem que eu só voo de dia, só quem voa a noite é pernilongo. Vou te falar, viu…. Quantas mentiras! Se não tem nada para fazer na minha sala, eu saio voando pelo escritório. Isso é verdade, mas a noite eu voo também. Sexta-feira, por exemplo, estou sempre pela 102 Sul, entre moitas de amigos, bebendo uma cerveja parada, algo assim.

A única água parada que eu gosto é da banheira de hidromassagem. Eu não gosto de água parada nem água correndo! Aliás, não gosto de água fria.

mosquitoUma mentira absurda é que só a fêmea que pica. Caro, eu também pico. Inclusive, nos meus voos noturnos, já fui confundido várias vezes com pernilongo. O mosquito pica, e pica muito!

Eu não saio por aí picando qualquer uma, seleciono sabiamente as pessoas que serão picadas. Aliás, eu não pico ninguém para alimentar as crias — talvez para alimentar os ovos.

É certo que as vezes minha picada dói, deixa as pernas trêmulas, dá canseira, esquenta tudo, mas náusea? Febre? Vômito? Dor no corpo inteiro? Picada com dor no corpo inteiro é coisa daquele mosquito cinzento! Eu pico sempre com carinho.

Enfim. Acho desnecessário me prolongar. Acredito que você fará a diferença em 2016 e não propagará asneiras sobre mim. E não! Você não vai me evitar ficando em casa de repouso.

Forte abraço, picada na bunda e até segunda!

[mks_tabs nav=”horizontal”]
[mks_tab_item title=”Para combater02″]
20151215161539_1454_capa
[/mks_tab_item]
[mks_tab_item title=”É de dar pena”]
168259_5671509791d20_Capa_Combate_ao_Aedes_Aegypti
[/mks_tab_item]
[/mks_tabs]

Visualizacões:   48   Comentários:   0   Curtidas: 0
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.