Papo Torto
Pular

Grammy 2016 – Resumão para você que foi dormir!

Publicado:   fevereiro 16, 2016   Categoria:MúsicaEscrito por:Jota1

Ontem, segunda feira, 15 deste incansável fevereiro, rolou em L.A, a 58* edição do Grammy. Celebrando os artistas do mundo da música mais notáveis do ultimo ano. Entre os destaques – sem muitas novidades – Taylor Swift, Kendrick Lamar e The Weeknd.

Fazendo um apanhado geral entre os indicados, só tiveram duas categorias em que eu pensei ”WTF!?!?”. Taylor Swift mais uma vez mostrou que é um furacão que veio mesmo pra ficar. Levou álbum do ano e melhor disco de vocal pop, com o seu já clássico “1989” e melhor vídeoclipe com “Bad Blood“, com a participação de Kendrick Lamar. Depois de uma baita turnê, com hits que tocaram quase que diariamente nas rádios e ter encarado a Apple Music, nada mais natural que a moça tenha sido destaque, e ainda deu uma lapada no endividado Kanye West.

(foto por: Alejandro Cusa)
Taylor Swift (foto por: Alejandro Cusa)

 

O hit de 2015 – e música preferida do meu filho –  “Uptown Funk‘ garantiu a Mark Ronson e Bruno Mars os prêmios de gravação do ano e melhor performance de grupo pop. Até então, sem muitas surpresas. The Weeknd também estava entre os mais esperados e levou os prêmios de melhor performance R&B, com a música “Earned It” do filme 50 tons de cinza, e melhor álbum urbano contemporâneo (Categoria polêmica não?) Alabama Shakes arrancou um sorriso do meu coração ao levar o prêmio de melhor performance de rock por “Don´t wanna fight“, e meu WTF?!! Foi por Muse levar o prêmio de melhor álbum de rock, com o seu “Drones”. Pelamordedeus gente. Outra categoria que recebeu meu selo WTF (gostei disso, vou registrar aqui!) foi Ed Sheeran ter levado a melhor canção do ano e melhor performance pop, com “Thinking out Loud“. A música é bacana e tal, mas MÚSICA DO ANO foi um pouco demais não?!?

(Foto Matt Sayles/ InvisionAP)
Brittany Howard, do Alabama Shakes. (Foto Matt Sayles/ InvisionAP)

 

Até então eu estava na expectativa por Kendrick Lamar. Seu álbum ”To Pimp a Butterfly” não levou o álbum do ano, mas levou o melhor álbum de rap do ano. O moço também levou os prêmios de melhor canção e performance de rap, além do prêmio de melhor colaboração de rap, com a música “These Walls“, totalizando cinco permiações! (somando as quatro citadas com a participação em “Bad Blood“, da Taylor Swift). Bacana também foi ver premiações de melhor álbum (Black Messiah) e canção R&B (Really Love) para D’Angelo. O álbum saiu no finalzinho de 2014 e por isso passou despercebido por muitas listas de melhores do ano. Além disso, ver a brasileira Eliane Elias ganhar o prêmio por melhor álbum de jazz latino, foi um puta orgulho. O som da moça é um deleite para os ouvidos.

(Foto Mario Anzuoni/Reuters)
Kendrick Lamar. (Foto Mario Anzuoni/Reuters)

Dentre as apresentações, uma homenagem a Lionel Richie meio “Ok!” e  quem brilhou mesmo foi Lady Gaga com sua homenagem a David Bowie, que contou até com a participação de Nile Rodgers, assista abaixo.

http://dai.ly/x3scpp1

Para um resumão, foi coisa pra caramba, eu sei. Mas foi bem por aí. Gostou da lista? Concorda comigo? Discorda? Quer dar o selo WTF a outra categoria? Comenta aí!

Visualizacões:   130   Comentários:   1   Curtidas: 0

1 Comentário

[…] poderia apenas fazer um update do post de resumão do Grammy, postado aqui mais cedo. Mas o evento estava tão sem graça e finalmente consegui em boa definição pra você a […]
Comentar (pelo Facebook)

Deixe uma resposta

A password will be emailed to you.